RContas 2015 - page 17

Demonstrações Financeiras
17
recorrem à CALCOB para satisfazer as suas necessidades, como por exemplo, fatores de
produção?
E a região, também outrora designada por área social, consegue por si só responder às
necessidades que a CALCOB tem? E a CALCOB? Que mercado pretende abranger? Quem quer
ser a CALCOB, sob o ponto de vista estritamente comercial?
Estas questões são colocadas e algumas são respondidas sob a forma de um investimento. A
CALCOB, não pretende ficar estagnada ao mercado que já conhece… quer mais! …quer permitir
ao seu cooperante a sustentabilidade do seu negocio, sem que esteja dependente de uma
cultura, e que esta, por força do mercado não permita retirar o seu produto.
A responsabilidade de quem analisa, interpreta e transmite informação dos fenómenos de
natureza económica da nossa sociedade, tem obrigatoriamente de abrir o leque de análise e
inserir também os fenómenos de natureza social e humana.
Como é a CALCOB hoje, depois de um período económico intenso, com vários focos de
intervenção?
É certo que estamos dotados de infraestruturas e de equipamentos tecnologicamente capazes
de dar mais resposta. Hoje, a CALCOB tem sob sua responsabilidade um potencial humano,
para os quais tem de construir soluções, permitindo assim o crescimento de ambos. A
industrialização de produtos agrícolas, através do processamento de matérias-primas em
produtos melhorados, é o resultado pretendido, garantindo vantagens ao consumidor.
A tecnologia adquirida para a IV Gama, potencia novas perspetivas aos agricultores e à
CALCOB. Apesar de serem apresentados a um preço mais elevado, a qualidade e a segurança
alimentar também consegue ser garantida com maior fiabilidade.
Sob o ponto de vista do consumidor, os pontos fortes de referência são: diminuição do tempo
habitualmente necessário para a realização de uma tarefa; diminuição do volume no
transporte, no armazenamento e ainda se verifica uma diminuição de resíduos. Os produtos
minimamente processados garantem características nutricionais e sensoriais, somente
associadas aos produtos hortícolas frescos. Existem poucas empresas de produtos de IV Gama
a operar em Portugal, contudo, existe muita oferta pois o consumidor ainda não aderiu a esta
opção como resposta às suas necessidades. É um mercado amplamente a explorar.
1...,7,8,9,10,11,12,13,14,15,16 18,19,20,21,22,23,24,25,26,27,...80
Powered by FlippingBook